O Conselho de Sentença do Tribunal do Júri da Comarca de Itajaí condenou o soldador Zaqueu Pereira da Silva pelo crime de homicídio.

O réu matou Luciano Custódio com um golpe de faca no peito.

O crime ocorreu em 2014 no bairro Itaipava, zona rural de Itajaí.

Ele foi sentenciado a 11 anos, um mês e 11 dias de reclusão.

O condenado foi preso em 2021, sete anos após o crime.

Na sentença, foi negado ao réu o direito de recorrer em liberdade.

O réu esteve foragido durante todo esse tempo e a Justiça manteve a prisão preventiva do condenado pela gravidade do crime e o perigo que ele oferece à sociedade.

Como aconteceu o crime

O homicídio foi cometido no dia 22 de novembro de 2014, na avenida principal do bairro Itaipava.

O condenado, após estacionar a moto, se dirigiu até a vítima e a esfaqueou.

O golpe atingiu o coração, o que, de acordo com a perícia causou a morte de Luciano.

O réu e a vítima tinham se desentendido momentos antes do crime.

A vítima já estava em outro local, conversando com o sobrinho quando foi atingida pelo golpe fatal.

Luciano tinha 32 anos quando foi morto.

Deixou a mãe, a esposa e um filho com 11 anos de idade.

"Nós estamos nos sentindo aliviadas. Eu e a minha mãe saímos bem contentes do julgamento. Meu irmão não volta mais, porém foi justo. A justiça foi feita. Hoje eu acredito que a justiça existe de verdade", comentou a irmã Luciane Custódio que, junto com a mãe da vítima, assistiu o Júri.

Receba no seu WhatsApp somente notícias sobre segurança pública:

Grupo OCP Segurança