O Corpo de Bombeiros Militar (CBMSC) retomou neste sábado (28) as buscas da aeronave experimental que caiu na sexta-feira (27) cerca de oito quilômetros a sudeste de Navegantes, com o ocupante José Ubirajara Moreira da Silva, de 68 anos. Ele decolou por volta do meio dia de Porto Belo (SC) e realizou o último contato com a torre de navegantes próximo a este horário.

Neste sábado (2o CBMSC determinou uma área de busca de aproximadamente 25 quilômetros quadrados, de acordo com as condições atuais de vento e ondulação, em que há maiores chances de encontrar a aeronave e a vítima.

Um pescador que estava no costão sul da Praia Brava de Itajaí avistou hoje pela manhã uma asa de avião com letreiros boiando no mar junto aos molhes, o que confirma a área delimitada como de maior possibilidade para encontrar os destroços do avião.

No local atuam três embarcações do CBMSC: resgate 01, BI Anchova, BI Marley. Além das embarcações, os arcanjos 01 e 02 permanecem de prontidão no solo e monitorando o clima, caso o nevoeiro marítimo se disperse e ambas possam retornar às buscas.

Foto Divulgação / CBMSC

Uma mochila dentro da área de busca delimitada já foi encontrada, tendo sido analisada pela guarnição de bombeiros militares e reconhecida pela família da vítima como pertencendo ao senhor José Ubirajar Moreira da Silva. As buscam seguem neste momento.

Buscas começaram na sexta-feira

As buscas  começaram ainda na sexta-feira, pela tarde, tão logo o CBMSC recebeu o chamado da torre de Navegantes, através das aeronaves arcanjo 01 e arcanjo 02. Contudo, as buscas aéreas foram suspensas no final por causa do mau tempo, devido a um nevoeiro marítimo na região.

Iniciaram, então, as buscas aquáticas, aonde uma motoaquática do quartel do CBMSC de Balneário Camboriú realizou as buscas no início da noite de sexta-feira, pela região.

Quer receber as notícias no WhatsApp?