A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (DRCI/DEIC), deflagrou a Operação “Proteger” na manhã desta quinta-feira (17).

A ação visa o combate aos crimes de armazenamento e transmissão de pornografia infantojuvenil pela internet e conta com o apoio do Instituto Geral de Perícias (IGP).

As investigações foram iniciadas a partir de informações da Diretoria de Inteligência da Polícia Civil e culminaram na expedição de nove mandados de busca e apreensão pela Justiça, nas cidades de Florianópolis (3), São José (1), Biguaçu (2), Criciúma (1) e Blumenau (2).

Quatro pessoas foram presas | Foto Divulgação

 

Quatro prisões

De acordo com o delegado Luis Felipe Rosado, quatro pessoas foram presas em flagrante em Biguaçu, São José, Criciúma e Blumenau e diversos materiais foram apreendidos, os quais serão encaminhados ao IGP para a realização das perícias necessárias.

“As prisões em flagrante foram pela prática de armazenamento de conteúdo de pornografia infantojuvenil. As investigações prosseguem”, afirmou Rosado. A operação contou com o apoio das demais delegacias da DEIC.

 

Receba no seu WhatsApp somente notícias sobre Segurança Pública da região (Trânsito, Operações Policiais. etc...):

Whatsapp

Grupo OCP Segurança

Telegram

OCP Segurança