Quatro pessoas - entre elas o vereador Euzébio Kozelski e seus familiares - precisaram ser socorridas nesta segunda-feira (23) em Xavantina, no Oeste de Santa Catarina. Ele, a esposa e o filho sofreram intoxicação ao inalar amônia, um gás tóxico provocado pela reação de produtos de limpeza com a fermentação de dejetos suínos.

Um vizinho, que tentou retirar os três familiares da esterqueira onde desmaiaram, também sofreu asfixia. As informações iniciais são da Rádio Rural e da NSC.

A situação envolveu um equipamento que drena os resíduos antes que eles sejam depositados na esterqueira. Por conta do vazamento, a pessoa que chegava ao local para ajudar a outra perdia a consciência.

Conforme o secretário de Saúde e Assistência Social de Xavantina, Domingos Luiz Zanandrea, todos foram levados ao Hospital São Lucas, na mesma cidade.

O vereador, a esposa e o vizinho tiveram alta no final do dia e passam bem.

Já o filho do vereador, de 19 anos, precisou ser transferido ao Hospital São Francisco, em Concórdia, após sofrer uma parada cardiorrespiratória. Ele teria sido o primeiro a sofrer o desmaio.

Ele estava fazendo a limpeza de um compartimento das instalações de suinocultura onde passam os dejetos de suínos. Assim que entrou, ele respirou os vapores de amônia resultante da fermentação das fezes e imediatamente desmaiou.

Ao ver o filho desmaiar, o vereador tentou socorrê-lo e assim que respirou o gás, também desmaiou. O mesmo aconteceu com a esposa e com o vizinho que tentou socorrer a família.

Outros vizinhos conseguiram, com muita dificuldade, prestar os primeiros socorros e tiraram todos de lá, um por vez, amarrados com uma corda.

Eles foram levados ao hospital. Depois a equipe do Serviço AeroPolicial de Fronteira (SAERFron/Sara) fez a transferência do jovem de Xavantina ao hospital de Concórdia, onde segue hospitalizado.