Uma colisão entre carro e moto foi registrada às 11h19 deste sábado (12), na rua Domingos Rodrigues da Nova, no Centro (FOTO). O motociclista de 21 anos estava com dores pelo corpo e foi encaminhado ao hospital São José. Outros quatro acidentes foram registrados pela corporação, segundo o chefe de equipe Schaion Ponticelli. No bairro Vila Baependi, um jovem de 19 anos sofreu uma queda de moto às 8h na rua Bernardo Dornbusch. Ele foi socorrido com ferimentos na perna, no joelho e na coxa. O rapaz foi encaminhado em estado estável ao hospital. Por volta das 10h33, um homem de 72 anos capotou um carro na Estrada Ribeirão Grande do Norte. A vítima estava com dores na coluna e foi levada ao hospital. No fim da tarde, um homem de 23 anos sofreu uma queda de moto, próximo ao CTG Velha Querência, no bairro Rio da Luz. A ocorrência foi registrada às 17h02 na JGS 491, no interior do município. O trilheiro estava com dores na coluna e na cervical. Ele foi conduzido em estado estável ao Hospital São José. Dois jovens ficaram feridos em uma queda de moto às 19h14  na rua João Miguel da Silva, no bairro Estrada Nova. Uma jovem de 20 anos estava com dores na coluna e um rapaz de 19 anos tinha ferimentos no joelho. Ambos foram encaminhados em estado estável ao hospital. Atualmente, a multa por dirigir sob efeito de álcool teve o valor ampliado de R$1.915,40 para R$2.934,70. Em caso de reincidência no período de 12 meses, o valor será dobrado para R$5.869,40.
Confira como agir em caso de acidente:
Procedimentos no local: 1 – Verifique quantas vítimas estão envolvidas no acidente; 2 – Sinalize o local para evitar novos acidentes. Utilize triângulos e pisca-pisca do carro ou de outros veículos; 3 – Chame o socorro especializado. Informe o local exato e a descrição das vítimas (homens, mulheres, crianças, idade, sexo, ferimentos visíveis). Os telefones de emergência são: 193 – Bombeiros Voluntários: para fazer o resgate; 190 – Polícia Militar: para registrar a ocorrência no caso de acidentes com vítimas; 198 – Polícia Militar Rodoviária (no caso de acidentes em estradas estaduais); 191 – Polícia Rodoviária Federal (no caso de acidentes em estradas federais). Procedimentos com a vítima: 1 – Mantenha a calma. 2 –Jamais faça a vítima saber qual a extensão real dos ferimentos; 3 – Evite contatos diretos com o sangue ou fluídos orgânicos da vítima; 4 – Evite mover a vítima. Só o faça se houver perigo de agravamento, como no caso de incêndio no veículo; 5 – Durante a remoção, procure evitar que a vítima se mexa, mantenha a posição original até chegada de socorro especializado. Mover uma pessoa acidentada é extremamente complicado e requer o uso de várias técnicas de imobilização.