Na manhã desta quinta-feira (16), a Polícia Federal e a Receita Federal apreenderam 935 quilos de pasta-base de cocaína no porto de Itajaí. A droga estava escondida em contêineres carregados com argamassa, que seriam enviados para a Europa.

Os tabletes de cocaína estavam dentro dos sacos de material de construção, que são costurados. Havia cinco quilos de pasta-base em cada embalagem de 20 quilos de argamassa. Ainda há contêineres para serem verificados, por isso, pode ser que o volume seja ainda maior.

Foto Divulgação/Polícia Federal

A descoberta ocorreu porque a carga foi selecionada para passar pelo raio-x. Os contêineres estavam armazenados desde dezembro no porto e a investigação buscará explicar por qual motivo eles ainda não tinham sido embarcados. A principal hipótese levantada é que o carregamento seria enviado em um navio que, por alguma razão, não fez escala em Itajaí no mês passado.

O inquérito instaurado pela Polícia Federal vai investigar quem foi o responsável pelo envio da droga no Brasil, e quem seria o destinatário no continente europeu. Esta é a primeira apreensão do ano nos portos de Santa Catarina.

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul

Facebook Messenger