O quarto suspeito de envolvimento na morte do agricultor de 63 anos que foi decapitado em Corupá, no Norte do estado, se apresentou à polícia na tarde desta quarta-feira (30), confirmou o delegado responsável pelo caso, Evandro Luiz Oliveira de Abreu. O suspeito, de 20 anos, já foi encaminhado ao presídio.
A cabeça do idoso foi encontrada dentro de uma mochila em um bananal do município em 13 de março. O corpo foi achado um dia depois em uma lagoa da cidade.
Depoimentos conflitantes
Segundo o delegado, o jovem que se apresentou nesta quarta é primo dos dois irmãos que se entregaram na segunda (28). Os depoimentos de todos os quatro suspeitos, incluindo o de 23 anos que foi preso em 15 de março, são conflitantes.
"Todos contam uma versão empurrando [o homicídio] para o outro", relatou o delegado. "[O crime] Está bem consolidado, ao meu ver". "A princípio, os quatro cometeram o crime", disse Abreu.
Os jovens de 23 e 20 anos, além do irmão mais velho, foram levados para o Presídio Regional de Jaraguá do Sul, no Norte de Santa Catarina. O irmão mais novo, como era menor na época do crime, está no Centro de Internação Provisória (Casep) de Caçador, no Oeste.
O delegado quer, até o final da semana, pedir a prisão preventiva dos quatro. Ele também espera encerrar o inquérito nesse mesmo prazo. Porém, antes disso, há ainda uma testemunha a ser ouvida e a polícia aguarda o laudo do médico legista.
Foto: Polícia Civil/ FONTE: G1