Durante esta quarta-feira (09/03), ocorrem pancadas de chuva com raios no Oeste e Meio Oeste pela manhã. Nas demais regiões a partir da tarde. À noite, chuva persistente em todo o Estado. Acumulado médio de chuva previsto de 30 a 50 mm. Há risco de queda de granizo! Na quinta-feira (10/03), chuva perde força no Oeste e Meio Oeste. Nas demais regiões, as pancadas de chuva com trovoadas acontecem a qualquer momento do dia, alternado com períodos de melhorias. Os maiores volumes de chuva estão previstos para o Litoral de 40 a 60 mm. AVISO DE MAR: Além da chuva, ventos mais intensos estão previstos para o Litoral, entre o fim de quinta e a sexta-feira, com rajadas em torno de 60 a 80km/h em áreas mais afastadas da costa. A altura de onda fica mais elevada com picos de 2,0 a 2,5 m. A chuva intensa e a condição de mar estão associadas à formação de um novo ciclone no litoral Sul do Brasil. Ressalta-se a importância do acompanhamento dos próximos avisos meteorológicos, pois pode haver mudanças no deslocamento do ciclone. Recomendações da Defesa Civil SC: Tempestades com descargas elétricas (raios) e ventos fortes: Proteja-se em local abrigado, longe de placas, de árvores, de postes de energia e de objetos que podem ser arremessados. Se não encontrar um abrigo, agache-se com os pés juntos, com a cabeça encostada em seu peito ou entre os joelhos e as mãos cobrindo suas orelhas ou apoiadas em seus joelhos. Se estiver na praia, jamais fique na água. Não olhe para o raio. Se estiver em casa ou qualquer outro local abrigado, desligue os aparelhos eletrônicos, não use o telefone, fique longe das janelas e lembre-se, o banheiro é o melhor local durante uma tempestade! Alagamentos: Evitar o contato com as águas e não dirigir em lugares alagados. Evitar transitar em pontilhões e pontes submersas e cuidado com crianças próximas de rios e ribeirões. Cuidado com risco de aquaplanagem em estradas e rodovias. Mar agitado: Risco para navegação e atividades de pesca. Qualquer problema deve ser comunicado à coordenadoria municipal de Defesa Civil, através do telefone de emergência 199 ou para o Corpo de Bombeiros, no número 193. Gerência de Monitoramento e Alerta Diretoria de Prevenção Secretaria de Estado da Defesa Civil