O casal preso por estelionato na tarde desta quarta-feira (19), em Jaraguá do Sul, faz parte de uma quadrilha que havia enganado outras cinco vítimas em Curitiba. O prejuízo gerado na capital paranaense foi de aproximadamente R$ 150 mil. A Polícia Militar conseguiu identificar e prender outros dois comparsas que davam cobertura para a dupla.  De acordo com a Polícia Militar, a mulher de 32 anos e o homem de 41 anos foram presos após uma perseguição. Os outros dois golpistas, de 54 e 32 anos, forma identificados e presos posteriormente.

A idosa foi abordada pelo casal de golpistas na frente do Banco do Brasil, no Centro. Eles ofereceram um bilhete premiado de loteria por R$ 10 mil. A senhora sacou R$ 8,5 mil e depois levou a mulher para a sua casa na localidade de Garibaldi para pegar mais R$ 1,5 mil. Chegando na casa da vítima, os dois estelionatários fugiram em Ford Focus de cor preta. Após visualizarem o automóvel em uma das câmeras de segurança, as viaturas que estavam na área foram avisadas.

O veículo usado pelos golpistas foi visto por uma guarnição nas proximidades do Presídio Regional de Jaraguá do Sul, no bairro Jaraguá 84. Os golpistas ignoraram a ordem de parada e fugiram no sentido do Centro. Segundo um dos policiais militares que participou da perseguição, o veículo chegou a invadir a calçada e trafegar na contramão. Enquanto o veículo seguia em alta velocidade pela Barra do Rio Cerro, o trânsito foi parado e o automóvel foi interceptado.

Foto: 14º BPM/Divulgação

O casal chegou a jogar o dinheiro aos poucos para fora do carro. A intenção era se livrar do flagrante quando fossem presos. Mas um motociclista percebeu a ação da dupla e avisou a PM. Todo o dinheiro levado pela dupla no golpe foi recuperado pela Polícia Militar. Durante o levantamento de informações sobre a ação dos golpistas, outros dois estelionatários foram identificados pela PM. Os dois integrantes da quadrilha foram abordados em um Fiat Punto de cor cinza em Guaramirim. Eles também foram presos e levados para a Delegacia de Polícia Civil.

Quer receber as informações de segurança no Whatsapp? Basta clicar aqui