Reportagem de Celso Machado para o jornal O Correio do Povo. A comercialização de produtos elaborados em propriedades agrícolas além dos limites de Jaraguá do Sul está em vias de se tornar realidade. Representantes da Secretaria de Desenvolvimento Rural e Abastecimento do município conversaram com o chefe da Divisão de Defesa Agropecuária da Superintendência do Ministério da Agricultura, Agropecuária e Abastecimento, Fernando Luiz Freiberger, para buscar o reconhecimento de equivalência para adesão ao Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal (Sisbi). Hoje, o produtor cadastrado no Sistema de Inspeção Municipal (SIM) pode vender sua produção, como mel, embutidos, entre outros, somente em Jaraguá do Sul. “Feita a equivalência, ele poderá levar seu produto para todo o Brasil”, observou o secretário de Desenvolvimento Rural, Daniel Peach, que estava no encontro. O município tem 26 unidades da agroindústria de produtos de origem animal cadastradas. Ainda não há um prazo para consolidar o processo, mas a expectativa é de que em dois meses toda a documentação exigida pelo Ministério possa se encaminhada.