Uma professora foi morta pelo ex-companheiro, um policial militar da ativa, em Florianópolis. O feminicídio foi registrado no início da manhã desta quinta-feira (24), no bairro Tapera. O crime foi registrado por volta das 7h30.

De acordo com o comando do 4º BPM (Batalhão de Polícia Militar), uma ocorrência em que uma mulher foi alvo de vários disparos de fogo foi registrada próxima da creche em que trabalhava. As guarnições que atenderam a ocorrência verificaram que era um feminicídio.

As primeiras informações apontaram que a Alessandra Abdalla, de 45 anos, foi morta pelos tiros disparados pelo ex-companheiro. Depois de uma discussão, o autor disparou contra a mulher e fugiu.

Com as imagens colhidas no local, foi possível a identificação do homem, um policial militar da ativa, lotado no 4º BPM, que estava com restrição do serviço operacional, realizando trabalhos administrativos.

O comando do 4º BPM esclareceu que não tinha conhecimento de que a mulher havia pedido uma medida protetiva contra o ex-companheiro. As buscas pelo PM seguem com apoio do Bope (Batalhão de Operação Especiais) para que ele seja preso.

“Esta tragédia e seu desfecho segue como prioridade do 4º BPM. Assim que houver novos encaminhamentos, a PMSC divulgará nova nota. Nossos consternados sentimentos à família da vítima e à sociedade diante deste episódio de profundo pesar”, informou a PM.

Receba no seu WhatsApp somente notícias sobre segurança pública da região (acidentes de trânsito , ações policiais):

Whatsapp

Grupo OCP Segurança

Telegram

OCP Segurança