O professor e ex-candidato a vereador de Cocal do Sul, Hélio Antonio Pizzollo, de 66 anos, foi assassinado com nove facadas no pescoço, indicou o laudo do Instituto Geral de Perícias (IGP), divulgado pela Polícia Civil.

Hélio foi encontrado morto, na sala de casa, na área central do município, pelo sobrinho, na noite da última quarta-feira.

Ele não era visto há cerca de três dias, o que levou o familiar a ir até o local para constatar o que poderia ter ocorrido, localizando então o corpo, já em estado de decomposição.

Investigação

Segundo o delegado Ulisses Gabriel, a investigação aponta, inicialmente, para a possibilidade de um crime de latrocínio (roubo com morte), já que uma TV, dentre outros objetos, não foram encontrados na residência da vítima. Na carteira dele não havia nenhuma quantia em dinheiro.

Porém a autoridade policial também não descarta a possibilidade de homicídio, seguido de furto. No local não havia sinais de arrombamento, mas a porta de trás do imóvel estava encostada.

A investigação continua.