Jaguar estava andando em ziguezague na BR-470 | Foto: Divulgação
Jaguar estava andando em ziguezague na BR-470 | Foto: Divulgação

A Polícia Rodoviária Federal emitiu uma nota sobre o acidente que matou duas jovens no início da manhã de sábado (23), na BR-470, em Gaspar, no Vale do Itajaí. A PRF explica que lamenta o “desencontro de informações” ocorrido após uma pessoa ligar duas para o número de emergência da corporação e relatar que o veículo andava em ziguezague.

Em uma das ligações, a pessoa informou que o veículo estava entre Indaial e Ascurra, vindo em direção ao Litoral. De acordo com a PRF, o trecho indicado na ligação fica a 40 quilômetro de distância da Unidade Operacional de Blumenau e que os motoristas costumam entrar em direção à cidade.

Os policiais rodoviários chegaram a consultar a placa repassada na ligação, mas ela não batia com a de um Jaguar. A informação não chegou de forma correta provavelmente pela má qualidade da ligação. Sobre alguém avisar os policiais na unidade operacional, a PRF afirma que não viu ninguém parar no posto de Blumenau para avisar pessoalmente sobre a ocorrência.

Duas das quatro passageiras do Palio morreram | Foto: Divulgação

“Infelizmente várias pessoas ligam para a PRF prestando informações falsas ou trote, o que acaba por diminuir a credibilidade das denúncias. Neste caso, infelizmente a denúncia era verdadeira e a ação da pessoa que fez a denúncia foi correta e poderia ter evitado o acidente”, destaca a nota.

O acidente

Um Jaguar F-pace, com placa de Guaramirim, dirigido pelo empresário Evanio Wylyan Prestini, 31 anos, bateu de frente contra um Fiat Palio, registrado em Blumenau, que seguia no sentido contrário. No acidente, Suelen Hedler da Silveira, 21 anos, que estava no banco do passageiro dianteiro, morreu no local. Amanda Grabner, de 18 anos, que estava no banco de trás, morreu após dar entrada no hospital.

Outras três pessoas ficaram feridas no acidente. Vídeos mostram o carro dirigido por Evanio trafegando perigosamente na via. Após o acidente, ele fez o teste do bafômetro, que apontou 0,72 miligramas de álcool por litro de ar expelido. O motorista foi preso em flagrante e conduzido para a Polícia Civil. No domingo, após audiência de custódia, ele foi levado para o Presídio Regional de Blumenau.

O chefe do Núcleo de Comunicação da PRF em SC, Luiz Graziano, gravou um vídeo explicando o caso: