A Polícia Rodoviária Federal inicia, nesta quinta-feira (14), a Operação Nacional de Segurança Viária. Engajada no Movimento Maio Amarelo, a instituição aposta na ostensividade de suas equipes em pontos críticos de acidentes para coibir condutas perigosas e assim reduzir o número de sinistros nesses locais.

De acordo com PRF, a ideia é fazer com que motoristas percebam os potenciais riscos à segurança oferecidos nesses trechos que, de acordo com dados registrados pela corporação, somam maior número de acidentes graves e vítimas fatais.

A estratégia reforça o tema do Maio Amarelo: “Perceba o risco. Proteja a Vida”, alinhada com a campanha PRF que faz o alerta de “em tempos de pandemia, se for sair de casa, respeite as leis de trânsito”.

A PRF levantou os 150 trechos de 10 quilômetros mais críticos do Brasil, com base nos acidentes graves (que tem feridos graves e mortos) e no número de mortos ocorridos entre os dias 11 de março e 30 de abril deste ano. Um trecho na BR-280, em Guaramirim, ocupa o 33º lugar no ranking nacional.

Santa Catarina tem 16 trechos entre os 150 mais perigosos do Brasil. A Grande Florianópolis é uma das regiões mais preocupantes. Um levantamento da PRF comparou os acidentes ocorridos em Santa Catarina nos anos de 2019 e 2020 no período.

Os dados mostram que, em 2020, houve menos acidentes e menos vítimas, mas esta diminuição ocorreu por conta do menor fluxo devido à Covid-19. Apesar do menor número de acidentes, o número de mortes é quase igual entre os dois períodos.

No ano passado, foram registrados 1.188 acidentes, sendo 266 graves, com 1.398 feridos e 55 mortos. Em 2020, ocorreram 768 sinistros, sendo 173 graves, com 871 feridos e 53 mortos.

Trechos com mais acidentes:

BR-101, km 200-210 (São José) - 7º lugar no Brasil

BR-101, km 210-220 (São José – Palhoça) - 8º lugar

BR-282, km 20-30 (Palhoça – Águas Mornas) - 10º lugar

BR-280, km 50-60 (Guaramirim) - 33º lugar

BR-101, km 130-140 (Balneário Camboriú) - 39º lugar

BR-282, km 10-20 (Palhoça) - 43º lugar

BR-101, km 120-130 (Itajaí – Balneário Camboriú) - 50º lugar

BR-101, km 90-100 (Barra Velha) - 57º lugar

BR-101, km 160-170 (Porto Belo - Tijucas) - 86º lugar

BR-470, km 0-10 (Navegantes) - 96º lugar

BR-470, km 60-70 (Indaial) - 100º lugar

BR-101, km 50-60 (Araquari) - 112º lugar

BR-470, km 120-130 (Ibirama - Lontras) - 113º lugar

BR-280, km 10-20 (São Francisco do Sul) - 127º lugar

BR-282, km 210-220 (Lages) - 135º lugar

BR-116, km 100-110 (Monte Castelo) - 150º lugar