A Polícia Rodoviária Federal iniciou a 0h desta sexta-feira (27), em todo o Brasil, a Operação Dia do Trabalhador 2018. A mobilização durará cinco dias e termina no dia 1º de maio, às 23h59. Neste ano, o feriado do Dia do Trabalhador cai numa terça-feira e muitas pessoas aproveitam para prolongar o final de semana, elevando o fluxo de veículos nas rodovias federais, ocasionando aumento no risco de acidentes. A PRF promoverá policiamento preventivo em locais e horários onde há maior probabilidade de acontecimento de acidentes graves, de acordo com levantamento histórico das ocorrências. Policiais que estão atuando na área administrativa vão atuar em reforço àqueles que já estão escalados rotineiramente. A fiscalização priorizará as condutas que aumentem o risco de acidentes de trânsito ou a sua gravidade, caso ocorram. Destacam-se o combate ao excesso de velocidade, à alcoolemia ao volante, às ultrapassagens indevidas, à não utilização do cinto de segurança e dos dispositivos de retenção infantil. A Polícia Rodoviária Federal também promoverá ações educativas buscando sensibilizar motoristas e passageiros de seus papéis na construção de um trânsito mais seguro. Em algumas unidades da PRF, o condutor será convidado a assistir vídeos que mostram comportamentos no trânsito e as consequências dessas condutas. Os motoristas têm a oportunidade de fazer uma reflexão sobre suas atitudes e assimilar bons hábitos. A PRF recomenda algumas condutas aos motoristas com objetivo de evitar acidentes como: respeitar as placas de sinalização, em especial as de limites de velocidade; fazer revisões periódicas do veículo e conferir o funcionamento dos equipamentos obrigatórios; planejar a viagem e evitar dirigir com pressa, cansado ou com sono; manter uma distância mínima de segurança em relação aos demais veículos; em caso de chuva, redobrar os cuidados e reduzir a velocidade.