PRF inicia a Operação Carnaval 2018 nesta sexta-feira

PRF inicia a Operação Carnaval 2018 nesta sexta-feira PRF inicia a Operação Carnaval 2018 nesta sexta-feira

Segurança

Por: OCP News Jaraguá do Sul

quinta-feira, 02:42 - 08/02/2018

OCP News Jaraguá do Sul
A Polícia Rodoviária Federal inicia a meia-noite desta sexta-feira (9), em todo o Brasil, a Operação Carnaval 2018, que se estende até a meia-noite da Quarta-feira de Cinzas, no dia 14 de fevereiro, totalizando seis dias. O período é um dos mais críticos do ano, pois conta com grande fluxo de motoristas aproveitando a folga do feriado somado ao de turistas que já estão em férias de verão. A operação consiste em intensificar ações de policiamento e fiscalização nas rodovias federais do Estado, no sentido de educar, prevenir, manter a normalidade do fluxo de veículos e reduzir o número de acidentes e vítimas no trânsito. Em Santa Catarina, a Polícia Rodoviária Federal ganha o reforço de 22 policiais rodoviários federais vindos dos estados do Paraná, Acre, Amazonas e do Distrito Federal. Eles serão distribuídos em regiões onde ocorrem festas carnavalescas e atuarão em conjunto com policiais já lotados no Estado. A prioridade é fiscalização de rodovias em pontos críticos de risco de acidentes e de maior fluxo de veículos. No feriado de Carnaval o fluxo de veículos, aumenta principalmente em regiões de festas tradicionais como Laguna, grande Florianópolis, Balneário Camboriú, Navegantes, São Francisco do Sul e Joaçaba. A maior concentração de veículos e prováveis congestionamentos devem ocorrer no dia 9 (sexta), na ida para os locais de folia, e nos dias 13 e 14 (terça e quarta), quando termina o feriadão e acontece a “volta para casa”. Motoristas dirigindo sob efeito de álcool são uma das principais preocupações da PRF. Por isso, a fiscalização do consumo de bebidas será intensificada, principalmente nas regiões de festas carnavalescas. Vale lembrar que dirigir sob influência de álcool é uma infração gravíssima punida com suspensão do direito de dirigir por 12 meses e multa de R$ 2.934,70. A mesma multa é aplicada ao condutor que se nega a se submeter aos testes. O valor dobra para o motorista reincidente no período de um ano. A PRF também intensificará a fiscalização das condutas que aumentam o risco de graves acidentes ou que agravam as lesões como ultrapassagens indevidas, excesso de velocidade e falta de equipamentos de segurança (capacete, cinto de segurança ou cadeirinhas para crianças). Nos anos anteriores, a Polícia Rodoviária Federal registrou os seguintes números em seis dias de operação: 2015      2016      2017 Acidentes           335         189         170 Feridos                191         165         167 Mortos                3             11           7
×