A Polícia Rodoviária Federal (PRF) flagrou, nesta quinta-feira (21), no Norte catarinense, cerca de 2.040 garrafas de vinho de origem argentina importadas irregularmente. O caso ocorreu na BR-116 em Mafra.

De acordo com os policiais, as mercadorias estavam em um caminhão-baú, com placas de Francisco Beltrão/PR, ocultas atrás de pertences de uma mudança.

 

 

O passageiro, de 40 anos, identificou-se como proprietário do veículo e disse que receberia pagamento para levar a carga até Curitiba/PR. Ele e o motorista, de 49 anos, foram encaminhados à Polícia Federal em Joinville, onde vão responder pelo crime de descaminho.

A carga foi lacrada e entregue à Receita Federal em Curitiba. A mercadoria não tinha nenhuma documentação fiscal de importação ou comprovante de pagamento das taxas de aduana.

Além disso, a cota máxima mensal de entrada no Brasil com bebidas alcoólicas é de 12 litros por pessoa, conforme o Ministério da Fazenda.

Em 2021, a PRF já apreendeu, em Santa Catarina, 38 mil litros de bebidas importadas irregularmente, mais que o total apreendido em todo o ano passado (35,3 mil litros).