Durante fiscalização na BR-101, em Criciúma, policiais rodoviários federais flagraram um Ford/Cargo com 11.870 quilos de peso excedente.

O veículo, com placas de Canoas (RS), transportava tijolos.

Além do excesso no PBT (Peso Bruto Total), o caminhão apresentou também excesso de CMT (Capacidade Máxima de Tração).

Ou seja, a estrutura rebocava uma massa além da capacidade para a qual foi projetado.

O transportador foi multado no valor de R$ 8.550,00.

O motorista seguiu viagem somente após o transbordo da carga excedente para outro caminhão.

Segundo a PRF, o excesso de peso sobrecarrega os sistemas de suspensão e freios, oferecendo riscos ao motorista e aos usuários da rodovia, além de danificar o pavimento asfáltico.