Durante fiscalização de excesso de peso na manhã desta terça-feira, na BR-101, em Araranguá, policiais rodoviários federais flagraram 22,6 toneladas a mais que o permitido em apenas um bitrem.

O veículo, com placas de Siderópolis, transportava argila para cerâmica. Além do peso excedente, o conjunto também excedeu a CMT (capacidade máxima de tração) em 4.500 quilos. O transportador foi multado e o veículo ficou retido até o transbordo da carga extra para outra carreta.

A PRF alerta que o excesso de carga sobrecarrega o sistema de suspensão e freios do veículo, trazendo riscos para o motorista. Além disso, diminui a vida útil do pavimento da rodovia (camada asfáltica).