Durante fiscalização de excesso de peso, na BR-101, em Araranguá, policiais rodoviários federais flagraram 20,2 toneladas a mais que o permitido em apenas uma composição (rodotrem). O auto de infração gerou uma multa de R$ 5.511,00 para a empresa transportadora.

O veículo tracionador, um M. Benz placas de Gravatal, transportava composto cerâmico. Além do peso excedente, o conjunto também excedeu a CMT (capacidade máxima de tração) em 14,2 toneladas. Este segundo auto de infração prevê multa no valor de R$ 5.554,00.

O conjunto ficou retido até o transbordo da carga extra para outro veículo.

"O excesso de carga sobrecarrega o sistema de suspensão e freios do veículo, trazendo riscos para o motorista. Além disso, diminui a vida útil do pavimento da rodovia (camada asfáltica)", reforça a PRF.