Um veículo clonado foi recuperado e 284 quilos de maconha foram apreendidos na tarde desta quinta-feira (3), em Palhoça. A apreensão é fruto de uma ação articulada entre a Polícia Rodoviária Federal e a Polícia Militar. Após denúncia anônima, a PRF foi informada que uma Ford Ranger estava vindo do Paraguai para a região de Florianópolis com grande quantidade de drogas e que chegaria na manhã de quinta. Esperando a chegada do veículo, uma equipe da Polícia Rodoviária Federal posicionou-se na BR 282, em Palhoça, para abordar veículos semelhantes. Durante a tentativa de abordagem ao veículo denunciado, os policiais foram surpreendidos. Um motorista jogou um Chevrolet Vectra contra os agentes da PRF. Os agentes conseguiram evitar o atropelamento e retiveram o carro, mas a caminhonete conseguiu se evadir. O motorista do Vectra, de 36 anos, possuía mandado de prisão ativo no estado do Paraná e fazia o serviço de “batedor” para a caminhonete. Ele e o carona, de 20 anos, foram encaminhados à Delegacia de Polícia Civil.
Foto: PRF/Divulgação
Diante da situação, os PRFs informaram, à Polícia Militar, as características do veículo que fugiu, pois ele poderia ter ido para dentro de algum município da região. Por volta das 16 horas, a PM localizou o veículo denunciado no bairro Pacheco, em Palhoça. Foram chamados a PRF e o Pelotão de Patrulhamento Tático para abordá-lo. Na abordagem, foi localizado 284 kg de maconha em tijolos na carroceria da picape, além de 1 rádio comunicador em seu interior. Não havia ocupantes. Após vistoria na caminhonete, foi constatado que a mesma era clonada, portando placas de Chapecó. Contudo, tratava-se de veículo originalmente emplacado em Florianópolis, que havia sido roubada. Dentro do veículo ainda foi localizado outro par de placas frias, possivelmente utilizadas para dificultar a sua identificação. A Ranger, a droga e os demais objetos foram encaminhados à Delegacia de Polícia Civil. Fotos: PRF/Divulgação