Por volta das 9h da manhã deste domingo (13), policiais rodoviários federais realizavam fiscalização de combate ao crime na BR 101, em Itapema, e ao abordaram uma carreta, com placas de Portão (RS) encontraram cigarros contrabandeados.

Os policiais viram que a nota fiscal apresentada pelo motorista mostrava que estavam sendo transportadas 144 caixas e, na verdade, haviam 720 caixas de cigarros. Assim, 576 caixas estavam sendo transportadas sem nota fiscal. Havia cigarros de várias marcas e, pelo menos duas, eram estrangeiras.

A situação, segundo a PRF, ficou configurado o crime de contrabando. A carga foi avaliada em quase dois milhões de reais; o motorista foi conduzido para a Polícia Federal e a carreta com o cigarro para a Receita Federal.