A Polícia Civil, por meio da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Araranguá e da Delegacia de Maracajá, deu cumprimento a um mandado de prisão preventiva de um homem de 30 anos, suspeito de ter realizado um furto em uma empresa, em Maracajá, no final do mês de agosto.

A prisão ocorreu no município de Forquilhinha, onde reside o investigado. O material furtado causou um prejuízo à vítima estimado em R$ 300 mil.

Após investigação, foi identificado um homem que esteve no galpão da empresa, localizado no interior do município de Maracajá, e disse para a vizinhança que seu patrão teria comprado o material que estava na propriedade. O mesmo homem é investigado por crimes semelhantes na região de Forquilhinha.

Há duas semanas, policiais da DIC de Araranguá e da Delegacia de Maracajá, com o apoio de policiais da Delegacia de Forquilhinha, identificaram um depósito onde o material furtado foi encontrado.

Com as novas informações obtidas, foi representada pela prisão preventiva do suspeito.