A Polícia Civil de Forquilhinha concluiu o inquérito policial que apura uma dupla tentativa de homicídio, aborto tentado, roubo e furto, ocorridos no município, no dia 6 deste mês, e prendeu o autor dos crimes, ocorridos em âmbito familiar, no Rio Grande do Sul.

Conforme apurado, o investigado, visivelmente sob o efeito de drogas, foi até a residência do irmão e de sua cunhada, quando, repentinamente, passou a golpeá-la com uma faca na região do pescoço.

Em seguida, sem motivo, passou a desferir facadas na barriga da vítima que, por sua vez, estava grávida, afirmando a todo instante que mataria a criança.

"Após isto, estando a vítima, totalmente debilitada, ele subtraiu o veículo da família, dirigindo-se até o local de trabalho do seu irmão - no caso, esposo da vítima atingida inicialmente - quando lançou o veículo para cima do mesmo com o objetivo de matá-lo. Feito tudo isto, empreendeu fuga, passando em um posto de combustível, onde abasteceu e se evadiu sem pagar pelo abastecimento", detalha a Polícia Civil.

Prisão

Conforme a corporação, diante da gravidade dos fatos, existindo indícios suficientes de autoria, representou-se pela prisão preventiva do investigado, sendo-a, imediatamente, deferida pelo Poder Judiciário após a manifestação favorável do Ministério Público.

O investigado foi capturado no estado gaúcho, no município de Passo Fundo, onde foi dado o cumprimento ao mandado de prisão preventiva.

"O inquérito policial foi remetido ao Poder Judiciário, sendo o investigado indiciado pelos crimes de dupla tentativa de homicídio qualificado, em concurso formal impróprio pela tentativa do aborto, bem como pelos crimes de roubo e furto", ressaltou a corporação.

 

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp