O presidente da Associação Empresarial de Jaraguá do Sul (Acijs), Anselmo Luiz Jorge Ramos, comentou a importância do investimento em tecnologia por parte das polícias Militar e Civil. A Acijs foi uma das doadoras dos R$ 110 mil que serão investidos em um drone para o combate ao crime na cidade.

“O aprimoramento das polícias Civil e Militar não passa apenas pelo aumento do contingente ou pelo aumento de armas, mas também pela capacidade de inteligência dessas entidades. Todas as ferramentas que aumentam o combate ao crime organizado são bem-vindas”, comenta.

Ramos destaca que as duas polícias precisam estar à frente dos criminosos e o drone vem dar um olhar diferente para o trabalho das polícias em operações, por exemplo. O presidente da Acijs entende que o apoio ao projeto é necessário para o aumento da segurança na cidade.

As doações foram feitas pelas empresas Raumak, Urbano, Caraguá, Marisol, Lunelli, Sicred e Agricopel. Além da Acijs, o projeto também recebeu doações da Associação Amigos da Segurança Pública de Jaraguá do Sul e Região, da Câmara de Dirigentes Lojistas de Jaraguá do Sul (CDL).

Além do drone, serão adquiridos uma câmera e outros acessórios. O projeto foi elaborado pelo o comandante do 14º Batalhão de Polícia Militar, tenente-coronel Márcio Leandro Reisdorfer, e contou com o apoio da Associação Amigos da Segurança Pública em Jaraguá do Sul e Região.

O drone é do modelo DJI Matrice 210 e conta com uma câmera Zenmuse Z30, que conta com um zoom óptico de 30 vezes. Com o equipamento é possível monitorar atividades com nitidez em uma distância de cerca de 1.600 metros.

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito: 

WhatsApp  

Telegram  

Facebook Messenger