O prefeito de Brusque, Jonas Paegle (PSB), decretou situação de emergência após a enxurrada registrada na cidade entre a noite da última sexta-feira (10) e a madrugada de sábado (11). A medida foi publicada no Diário Oficial dos Municípios de Santa Catarina desta quarta-feira (15) e possibilita a contratação direta e emergencial de empresas e serviços, que possam atender as demandas de reparos, reconstruções e limpeza nas áreas atingidas.

De acordo com o decreto, em um período de apenas 12 horas, Brusque registrou um volume médio acumulado de 106 mm de chuva. Como consequência, a cidade registrou deslizamentos de terra, alagamentos, danos na malha viária e queda de ponte. Um abrigo teve que ser aberto para atender 15 pessoas que ficaram desabrigadas.

Foto Divulgação/Corpo de Bombeiros

Os bairros mais atingidos pela chuva foram Limeira, Zantão, Poço Fundo, Steffen, Primeiro de Maio, Loteamento Dom Nelson, São Pedro, Guarani, Águas Claras, Azambuja, Santa Luiza e Ponta Russa, onde uma casa foi arrastada pela força das águas. O trabalho de limpeza e manutenção das galerias pluviais nas vias inundadas deve durar pelo menos duas semanas.

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul

Facebook Messenger