Nesta segunda-feira (15), o Tribunal de Justiça de Santa Catarina, a pedido do Ministério Público de Santa Catarina (MPSC), decretou os afastamentos do prefeito de Ituporanga, Osni Francisco de Fragas, conhecido como Lorinho, e do secretário municipal da Fazenda, Arnito Sardá Filho.

Segundo o presidente da Câmara Municipal, vereador Adriano Coelho, em entrevista à Rádio Sintonia, além dos afastamentos, o MPSC, com o apoio do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco), executou a prisão de Schirle Scottini e Arnaldo Müller Junior. Ambos são proprietários da Say Müller, empresa responsável pela coleta de lixo no município.

As medidas integram a segunda fase da Operação Reciclagem, que investiga supostos crimes na prestação do serviço em Ituporanga. De acordo com a apuração, há indícios de irregularidades como duplicidade de pesagem dos resíduos recolhidos e utilização de tíquetes de pesagem falsificados.

Com esses procedimentos, os valores pagos à empresa contratada eram indevidamente aumentados, gerando também o pagamento de vantagens ilícitas a agentes públicos.

A Câmara Municipal de Ituporanga realizou sessão extraordinária para dar posse ao vice-prefeito Gervásio Maciel.

Quer receber as notícias no WhatsApp?