Em nota, a assessoria de imprensa do Porto de São Francisco do Sul, no Litoral Norte catarinense, afirmou que a equipe de socorristas “prestou imediata assistência à vítima e aos demais trabalhadores que estavam no local”. A nota refere-se ao acidente ocorrido na tarde de quarta-feira (14), e que matou o trabalhador Claudemir Timoteo Correia, enterrado na manhã desta sexta-feira (16), em Jaraguá do Sul. Os funcionários de uma empresa terceirizada de Jaraguá do Sul que prestava serviço nas instalações do porto estavam instalando defensas no cais quando, ao soltar o último parafuso da defensa, ela se moveu e prensou a cabeça de Claudemir contra o píer. Ele morreu no local. A Polícia Civil deverá apurar a necessidade de abertura de inquérito para apurar possíveis negligências. Até o momento, o caso é tratado como morte por acidente de trabalho.