Polícias Civil e Militar são mobilizadas após aluno escrever a palavra “massacre” em escola em Jaraguá do Sul

Foto: Fábio Junkes/OCP News

Por: Claudio Costa

05/10/2022 - 14:10 - Atualizada em: 05/10/2022 - 16:38

As polícias Civil e Militar foram mobilizadas após um aluno escrever a palavra “massacre” na parede do banheiro de uma escola em Jaraguá do Sul.

O caso foi registrado na Escola de Ensino Básico Professora Lilia Ayroso Oechsler, no bairro Ilha da Figueira, nesta terça-feira (4).

De acordo com o gerente regional de Educação, Fernando Alflen, a situação pode ser uma brincadeira de mau gosto.

Porém, como precaução, os pais dos estudantes foram avisados sobre o fato e a polícia foi comunicada.

O comandante do 14º BPM (Batalhão de Polícia Militar), tenente-coronel Valdeci Oliveira da Silva, afirma que a PM atua preventivamente em todos os colégios da cidade.

Esse trabalho é feito tanto pela Rede de Proteção Escolar quanto pelo Proerd (Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência)

“A presença dos policiais militares é muito forte e ocorre internamente com a presença dos instrutores do Proerd e externamente com a Rede de Proteção Escolar. A Polícia Militar está atenta a esse tipo de ocorrência e faz o que é possível para que não ocorra nenhum tipo de evento dessa natureza”, frisa Valdeci.

Um boletim de ocorrência sobre o caso foi registrado na Polícia Civil.

De acordo com o delegado responsável pela DPCAMI (Delegacia de Proteção à Criança, ao Adolescente, à Mulher e ao Idoso), um relatório será realizado pelo Conselho Tutelar e vai subsidiar a apuração do caso.

Receba no seu WhatsApp somente notícias sobre segurança pública da região (acidentes de trânsito , ações policiais):

Whatsapp

Grupo OCP Segurança

Telegram

OCP Segurança