Dois policiais militares morreram e um está gravemente ferido após tiroteio dentro da 6ª Companhia Independente de Polícia Militar. A Companhia, que fica em Ivaiporã, no Norte do Paraná, foi palco de um atentado praticado por um próprio soldado lotado no batalhão.

Segundo informações do Tenente Vinicius de Moraes Castro, o soldado responsável pelos disparos iniciais respondia a alguns processos administrativos que eram investigados pelo cabo da PM morto no atentado. Além disso, segundo o tenente, ele “apresentava comportamento antissocial”.

As informações preliminares dão conta de que o soldado estava chegando no batalhão para iniciar o turno quando abriu fogo contra os colegas, especialmente o cabo que o investigava. Ele teria esperado o cabo se deslocar até a viatura para então começar a disparar. Além do cabo, outro policial ficou gravemente ferido e dois veículos que passavam pelo lado de fora do batalhão foram atingidos.

Os militares responderam aos disparos na tentativa de conter o policial suspeito. Ele foi alvejado e morreu no local. As identidades dos envolvidos ainda não foram divulgadas.

--

Quer receber as notícias no WhatsApp?