Policial militar da Rota é assassinado em São Paulo

Foto: PM/Divulgação

Por: Claudio Costa

29/07/2023 - 13:07 - Atualizada em: 29/07/2023 - 13:35

Um policial militar morreu e outro ficou ferido após serem baleados no Guarujá, no Litoral de São Paulo.

O crime foi registrado nesta quinta-feira (27), na comunidade Vila Zilda.

De acordo com a Polícia Militar, o soldado Patrick Bastos Reis pertencia ao 1º Batalhão de Polícia de Choque, da Rota (Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar).

Os dois PMs foram atacados por criminosos armados durante um patrulhamento.

O soldado e o cabo foram atingidos e levados à UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Rodoviária, mas Patrick não resistiu aos ferimentos.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública, o cabo permanece em observação e não corre risco de morrer.

“O soldado Reis ingressou na Polícia Militar em 7 de dezembro de 2017 e exerceu suas funções com grande dedicação e zelo com o que lhe era confiado. Sendo um profissional dedicado, amigo exemplar, ele deixa esposa e um filho de 2 anos”, comentou a Polícia Militar.

“Nesse momento de dor, unimos nossos sentimentos aos da família e elevamos nossos pensamentos a Deus, rogando-lhe que, por meio de seu grande amor, possa consolar os corações e curar as feridas dessa separação”, completa a nota.

Ao todo, três criminosos foram identificados como autores do homicídio. Ainda na quinta-feira uma operação escudo foi montada para prender os bandidos. Nesta sexta-feira, dois dos envolvidos foram presos pela PM.

“Três já estão qualificados, inclusive o que atirou. Dois deles estão presos. Em um outro ponto do Guarujá, houve confronto com a Rota e um criminoso morreu. Não vamos descansar enquanto não prendermos todos”, comentou no Twitter o secretário de Segurança Pública de São Paulo, Guilherme Derrite.

 

Notícias no celular

Whatsapp

Claudio Costa

Jornalista pós-graduado em investigação criminal e psicologia forense e pós-graduando em perícia criminal.