O policial civil Guilherme Luis Furlan, de 33 anos, morreu nesta quarta-feira (25) após sofrer um infarto fulminante em sua casa, em Blumenau. Ele ingressou na Polícia Civil em 2016 e atuava na Divisão de Investigação Criminal (DIC).

O corpo será enterrado em Londrina, no Paraná, onde a família vive. Por meio de nota, a Polícia Civil de Santa Catarina manifestou "profundo sentimento de pesar pelo falecimento".

Furlan deixa a esposa grávida de sete meses.

Receba as notícias do OCP no seu WhatsApp: