Um homem suspeito de ser o serial killer que matou homossexuais no Paraná e Santa Catarina está sendo procurado pela polícia.

A Polícia Civil do Paraná divulgou a identidade de José Tiago Correia Soroka na tarde deste domingo (16).

 

 

Os crimes ocorreram entre os dias 16 de abril e 4 de maio.

José Tiago tem mandados de prisão temporária abertos pelos latrocínios.

A investigação aponta José Tiago como autor das mortes de David Júnior Alves Levisio, ocorrida no dia 27 de abril; e de Marco Vinício Bozzana da Fonseca, morto no dia 4 de maio. Os dois crimes ocorreram em Curitiba.

Ele também é suspeito do latrocínio contra Robson Olivino Paim, no dia 16 de abril, em Abelardo da Luz, em Santa Catarina.

Crimes contra homossexuais

De acordo com o inquérito policial, o suspeito marcava os encontros por aplicativos de relacionamento entre homossexuais.

Em um primeiro momento, o indivíduo trocava fotos com as vítimas.

Ele marcava encontros nas residência delas, onde as estrangulava.

Após o sufocamento, o autor cobria os corpos com cobertas.

Inicialmente os casos foram tratados como homicídio, mas foram identificados pertences subtraídos dos locais.

Durante a investigação, o suspeito foi identificado.

O trabalho de apuração dos fatos conta com o apoio da Polícia Civil de Santa Catarina.

*Com informações do portal RIC Mais.