A Polícia Civil, por meio da CILS (Central de Investigações Leste e Sul) e 2ª Delegacia de Polícia da Capital, realizou na manhã desta quarta-feira (21) a prisão de Carlos Marcelo Macedo de Bacco, 45 anos, natural de Poxoréu (MT), indiciado por chefiar tráfico de drogas da região da Barra da Lagoa.

Em maio de 2018, a Polícia Militar havia localizado uma residência utilizada por Bacco para armazenar materiais ilegais. No local, ocorreu a apreensão de duas pistolas de calibre 9x19mm, além de expressiva quantidade de cocaína e maconha, mas Bacco não foi localizado.

Investigação realizada em conjunto pela CILS, 2ª e 10ª Delegacia de Polícia terminou em operação que resultou na prisão de três pessoas no mês de agosto de 2018, na Barra da Lagoa.

Bacco era o principal alvo da operação, mas novamente não foi localizado. Na residência, além de munições, foram apreendidos cadernos que delineavam um esquema de distribuição de drogas na região da Barra da Lagoa, com indicação de nomes, valores e quantidades distribuídas.

Policiais prenderam Bacco, que não ofereceu resistência | Foto Polícia Civil/Divulgação

Com o aperto do cerco realizado pela polícia, Bacco buscou refúgio em uma casa isolada, que fazia fundos para a região de mata na praia do Moçambique. Para seus deslocamentos, o foragido utilizava quase sempre as trilhas da mata, dificultando sua localização e captura.

Uma operação da CILS e 2ª DP, na manhã desta quarta-feira, culminou na captura do acusado. Os policiais civis haviam realizado buscas pela mata na terça-feira (20), tendo identificado a trilha que levava à residência de Bacco.

Ao amanhecer desta quarta os policiais refizeram a trilha pela mata, cercaram a residência e realizaram a prisão de Carlos Marcelo Macedo de Bacco, que foi encontrado ainda dormindo e não ofereceu qualquer resistência.

Quer receber as notícias no WhatsApp?