O suspeito de ter assassinado uma adolescente de 14 anos em Santa Catarina - com mais de 40 facadas - foi preso na noite da última terça-feira (17) em Torres, no Rio Grande do Sul.

 

 

Segundo o delegado Lucas da Rosa, da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Araranguá, o suspeito, um homem de 30 anos, foi localizado pela Polícia Civil catarinense em um pronto-atendimento médico, e será transferido para Araranguá, onde deve ser ouvido nos próximos dias.

O corpo da vítima foi encontrado no sábado (14) em Passo de Torres, no Sul catarinense. A adolescente, que era moradora de Maracajá, havia saído na sexta-feira (13) para fazer as unhas e foi vista pela última vez perto de um ginásio da cidade em que vivia.

Faca que teria sido usada no crime | Foto: Polícia Civil/Divulgação

De acordo com o delegado, a partir das imagens de câmeras de segurança e do levantamento feito em Maracajá, os policiais conseguiram identificar o suspeito, o veículo que ele usava e o caminho que percorreu.

“Trabalhamos desde sábado para conseguir apurar essa autoria. Conseguimos coletar várias imagens de segurança, fizemos análises, conseguimos traçar o veículo, identificá-lo e identificamos também quem era o indivíduo”, afirmou.

O homem teria alegado que o crime foi cometido como vingança por ciúmes da mãe da vítima - a faca que pode ter sido usada no crime foi encontrada na casa da mãe dele. O suspeito teve a prisão temporária de 30 dias decretada.

 

Receba no seu WhatsApp somente notícias sobre Segurança Pública da região (Trânsito, Operações Policiais. etc...):

Telegram

Facebook Messenger