Uma operação contra a caça ilegal, realizada na manhã desta quinta-feira (20), resultou na prisão de quatro pessoas e na apreensão de 16 armas de fogo no Norte catarinense.

Após receber denúncias, a Polícia Militar Ambiental de Joinville monitorou e identificou supostos caçadores que estariam atuando na região.

 

 

Nesta manhã, ocorreram ações em Garuva, Itapoá e São Francisco do Sul, que contaram com auxílio da Companhia de Patrulhamento Tático (CPT) do 8º Batalhão de Polícia Milita (BPM) e de policiais da PMA de Florianópolis, Balneário Camboriú, Blumenau e Rio do Sul.

Operação foi realizada nesta quinta-feira (20) | Foto: PMA/Divulgação

Durante a ação, quatro homens foram presos, e os policiais apreenderam 16 armas de fogo, 747 munições, 11 armadilhas para a captura de animais e diversos apetrechos utilizados na caça. Além disso, foram localizados oito animais abatidos.

Dois cachorros foram encontrados bastante feridos | Foto: PMA/Divulgação

Conforme a PMA, um dos presos também responderá por maus-tratos a animais, pois ele seria responsável por dois cachorros que foram encontrados bastante machucados, magros e presos em correntes em local sujo.