A Polícia Civil prendeu em flagrante nesta quinta-feira (25) Matheus Lopes por tráfico e associação para tráfico de drogas. A ação coordenada pela Central de Investigações Leste e Sul, 10ª e 2ª DPs foi realizada no Campeche.

Durante investigações, a Polícia Civil localizou um laboratório de drogas sintéticas e estufa para o plantio de maconha, em um imóvel no Campeche. No local, houve a prisão de Matheus, 24 anos, natural de Florianópolis e que não possuía registros anteriores pela prática de tráfico de drogas.

Ao todo, a Polícia Civil apreendeu 5.666 comprimidos de ecstasy, além de um quilo do material ainda em pó, pronto para ser transformado em compridos. Conforme cálculos preliminares, o conjunto completo pode chegar a aproximadamente 9000 (nove mil) unidades da droga.

Havia na residência uma prensa e formas variadas para a confecção dos comprimidos | Foto Polícia Civil/Divulgação

Havia na residência uma prensa e formas variadas para a confecção dos comprimidos.

Além do ecstasy, os policiais encontraram um sistema complexo de estufas para o plantio de maconha, contando com sistema de iluminação interna especial, condicionamento de temperatura e umidade, medidores de PH, dentre outros instrumentos.

Dezenas de pés de maconha foram apreendidos tratando-se, segundo informações iniciais, de três variedades diversas da planta.

As diligências seguiram pela madrugada, tendo sido realizadas buscas em outra residência, em Camboriú, onde houve a apreensão de comprimidos de ecstasy e outros pés de maconha.

Está sob apuração a atuação de outros criminosos no esquema.

 

Quer receber as notícias no WhatsApp?