Dois homens foram presos por tentativa de homicídio, posse e tráfico de drogas em Jaraguá do Sul. O crime ocorreu na madrugada desta quinta-feira (27), na rua Expedicionário Antônio Carlos Ferreira, no bairro Vila Lenzi, por volta das 4h. Um homem de 27 anos foi atingido por um tiro disparado por um revólver calibre .32 e levado para o Hospital São José. Durante a prisão dos dois suspeitos, drogas e outros materiais foram apreendidos.

Após chamado através do número 190, uma guarnição foi até o local. A mãe da vítima disse aos policiais militares que jogaram pedras na casa. Ao verificar o que havia ocorrido, o filho dela foi atingido com um tiro. Ferido, ele entrou na casa, fechou a porta e pediu por socorro. Outros dois tiros foram ouvidos pela mãe do baleado. A mulher abriu a porta da casa e viu três homens pulando o muro, um deles foi reconhecido.

O homem atingido pelo disparo foi atendido pelo Corpo de Bombeiros Voluntários. A vítima recebeu os primeiros socorros no local, onde foi constatado que o tiro disparado pelo executor atingiu o abdômen da vítima. Ele foi levado pelos socorristas em estado instável para o Pronto-socorro do Hospital São José. A vítima se recupera do ferimento no setor de internação da unidade.

A prisão dos dois envolvidos ocorreu horas após o crime. Após conversar com a vítima do disparo, os policiais militares obtiveram a confirmação da identidade de um dos suspeitos, já conhecido pelas guarnições da PM. A mãe disse que o suspeito foi até a casa da namorada, em um conjunto de quitinetes na rua Walter Marquardt. Lá, os PMs conversaram com a sogra, que afirmou que o homem chegou no local dizendo que havia atirado em um homem e que queria se esconder. Ele resistiu à abordagem e foi preso com um torrão de maconha.

O preso delatou a identidade e o endereço de um dos comparsas. Uma guarnição foi até o local e encontrou o suspeito. Ele jogou um pacote contendo uma pequena quantidade de maconha fora. Na residência, foram encontradas 38 gramas de maconha, 44 gramas de cocaína e uma balança. Ele disse que era membro de uma facção criminosa e que a arma utilizada no crime foi trazida por dois homens de São Bento do Sul. Os dois presos pelos policias militares foram levados para a Delegacia de Polícia Civil para o registro do flagrante.

Quer receber as notícias no WhatsApp?