O 14º Batalhão de Polícia Militar (BPM) abriu as inscrições para a edição 2017/2018 da operação Viagem Segura nos cinco municípios da região, Jaraguá do Sul, Guaramirim, Schroeder Massaranduba e Corupá. De acordo com o major Aires Volnei Pilonetto, chefe da seção de Comunicação Social do batalhão, o cadastro é gratuito e feito totalmente de forma virtual através do site 14bpm.com.br. “O cidadão que quer fazer o cadastro pela primeira vez tem que acessar o site do 14٥ Batalhão, há um banner na página principal”, ressalta Pilonetto. As visitas feitas aos endereços cadastrados começam nesta sexta-feira. É importante que ninguém esteja na residência durante o período informado. “A pessoa que fez o cadastro no ano anterior tem os seus dados resgatados do banco de dados. Após o cadastro, as rondas feitas pelos policiais militares começam no dia 15 de dezembro. As guarnições vão percorrer os endereços cadastrados até o dia 18 de fevereiro de 2018, um domingo após o Carnaval”, comenta do major da PM. Pilonetto comenta que o cadastro é importante porque faz com que as guarnições focalizem o seu trabalho nas casas que estão vazias e potencialmente mais vulneráveis. Os policiais militares que realizarem a visita vão avisar que estiveram no local através do sistema PM Mobile. “Para nós, é uma ajuda que o cidadão de bem nos dá, ao informar que a sua casa estará vazia em certo período. A Polícia Militar vai fazer uma ronda no local de seis em seis horas. Quando o policial faz a ronda na residência e está tudo bem, o dono da residência recebe um e-mail com um aviso”, conta. “Se não estiver tudo bem, a Central Regional de Emergências entra em contato através de um dos telefones do cadastro”, completa. A Polícia Militar dá algumas dicas para quem vai sair de férias: - Não comente sobre sua viagem com pessoas estranhas. Para o caso de alguma emergência, deixe um telefone de contato com um vizinho de confiança ou o zelador do prédio. Ligue para eles de vez em quando para saber se está tudo bem. Só deixe a chave da casa com pessoas de absoluta confiança; - Nas ausências prolongadas, peça a um parente ou amigo de confiança visitar sua casa para demonstrar a presença de pessoas (abrindo janelas, regando jardins, entrando com carro na garagem e etc); - Deixe apenas pequenas janelas basculantes entreabertas para o ar circular e evitar mofo; - Suspenda a entrega de jornais ou revistas e peça para um vizinho recolher a correspondência. Deixar acumular papel na porta de casa significa que não tem ninguém em casa; - Não deixe as luzes externas sempre acesas, pois, durante o dia, significam ausência de pessoas. Se possível, instale um sensor (fotocélula) na parte externa para que as luzes sejam ligadas e desligadas automaticamente (de acordo com a luz solar); - Evite colocar cadeados do lado externo do portão. Isso é uma evidência de que não há ninguém em casa; - Desligue a campainha. Assim, você deixa em dúvida quem a usa apenas para verificar se há alguém em casa; - Feche as portas e janelas com trincos e trancas. Maior atenção deverá ser dispensada às aberturas que ficam na parte de trás da casa; - Se você tem secretária eletrônica, não deixe mensagens dizendo que estará fora; - Desligue a chama-piloto do aquecedor a gás ou a chave do aquecimento elétrico de água. Tire das tomadas os aparelhos de som, televisores, computadores e outros eletrodomésticos. Assim, você pode evitar os efeitos de uma eventual sobrecarga elétrica. LEIA TAMBÉM: - PM de Jaraguá do Sul alerta para a ação de golpistas nesta época do ano