A Polícia Federal prendeu um homem considerado um dos principais produtores de cédulas falsas do país. O mandado de prisão foi cumprido no município de Araranguá, no Sul catarinense, no início da manhã da última sexta, quando o investigado se deslocava em um veículo blindado para o Rio Grande do Sul.

Ele vinha sendo procurado pela Polícia Federal desde 2016, quando, após ser colocado em liberdade pela justiça com a utilização de tornozeleira eletrônica, conseguiu escapar do monitoramento. Em 2014, o falsário foi preso em operação da Polícia Federal e posteriormente condenado pela Justiça Federal.

Conforme levantamentos da PF, as cédulas falsas fabricadas por ele tiveram queda significativa na circulação após sua prisão em 2014, mas, em 2016, a partir do momento em que esteve foragido, as notas com a numeração de série utilizadas em suas falsificações voltaram a circular em todo o Brasil.

Também foram cumpridos dois mandados de busca e apreensão em Viamão, onde foi encontrado produto possivelmente utilizado na fabricação de notas. Também foram apreendidos R$ 23 mil, encontrados no veículo em que o preso trafegava.

Ele tem 54 anos e é natural de Cachoeira do Sul. O acusado foi conduzido à Superintendência da Polícia Federal e encaminhado ao sistema prisional para cumprimento da pena.