Joinville está na rota do tráfico internacional de cocaína. A afirmação é da PF (Polícia Federal) que nesta segunda-feira (2) cumpriu 26 mandados de busca e apreensão na cidade. Parte dos mandados foram cumpridos em Araquari, Barra Velha, São Francisco do Sul e região de Itajaí.

A operação recebeu o nome de Joias do Oceano. O alvo da PF, confirme informou o delegado Oscar Biffi, era apreender bens procedentes de suposta lavagem de dinheiro de uma quadrilha especializada no tráfico internacional de cocaína.

Durante o cumprimento dos mandados, duas pessoas foram detidas com armas de fogo em situação ilegal.

Como funcionava o esquema

Em 2017, na primeira fase da operação, a polícia descobriu que o grupo utilizava os portos de Navegantes e Itajaí para enviar drogas à Europa. O destino era principalmente Bélgica, Espanha, Holanda, Itália e Turquia.

Nesta segunda fase, os investigadores identificaram que a quadrilha utilizava nomes de familiares como ‘laranjas” para lavar o dinheiro do tráfico. Ao todo, 25 imóveis, 23 veículos e cinco barcos foram apreendidos, montante avaliado em R$ 70 milhões.

A operação segue em andamento.

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito: 

WhatsApp  

Telegram  

Facebook Messenger