Mil Reais. Este foi o preço da vida de um jovem de 24 anos, assassinado a tiros, em plena luz do dia, na última sexta-feira (22), na zona Sul de Joinville. O autor do crime foi um adolescente, de 16 anos, preso na manhã deste sábado (23), no bairro Fátima, também na zona Sul, ao ser flagrado pela Polícia Militar com 16 pedras de crack. Na Central de Polícia, o rapaz confessou ao delegado da DH (Delegacia de Homicídios) , Fabiano Silveira, ter matado Felipe Mendes, 24, no dia anterior, devido à uma dívida decorrente do tráfico de drogas. Entretanto, mesmo diante do esforço da PM e dos agentes da DH  o adolescente vai passar o feriado natalino em casa, com a família. A informação foi repassada com exclusividade ao Jornal de Joinville, pelo delegado Fabiano Silveira. “Foi um trabalho intenso da PM e DH que resultou na elucidação deste crime, na identificação e na confissão do autor. Mas como não há flagrante, o menor foi ouvido e liberado para responder ao homicídio em liberdade. Agora vamos finalizar o inquérito e apresentar à Justiça que vai definir os rumos do processo”, explicou o delegado. Leia mais: PM prende suspeito de matar jovem a tiros em Joinville Felipe Mendes, foi baleado com dois tiros na cabeça, quando andava pela rua Antônio das Neves Reis, no Jardim Edilene, bairro Paranaguamirim. Após disparar tiros contra Felipe, o assassino fugiu em um automóvel de cor escura, com outro homem. Minutos depois, a Polícia Militar chegou a localizar o carro suspeito, mas o adolescente já não estava no veículo. O motorista de 18 anos, foi detido, prestou depoimento, negou o crime e foi liberado. De acordo com informação do delegado Fabiano Silveira, o menor apreendido neste sábado confirmou que o rapaz detido na sexta teria ajudado na fuga, após o assassinato. Felipe Mendes era estudante, solteiro e não deixa filhos. O corpo do rapaz foi enterrado neste sábado (23), no Cemitério Municipal.