A Polícia Civil de Santa Catarina cumpriu quatro mandados de prisão temporária em Cuiabá, no Mato Grosso, em investigação contra quadrilha especializada no “golpe do intermediário”, sediada na capital matogrossense e na vizinha Várzea Grande.

O grupo é acusado de cometer crime de estelionato virtual contra duas vítimas, em Florianópolis, ocasionando prejuízos financeiros em torno de R$ 70.000,00.

 

 

A ação foi Delegacia de Polícia da Capital - Continente, com o apoio do Núcleo de Combate a Estelionatos da Capital/PCSC (Florianópolis) e da Gerência de Combate ao Crime Organizado da Polícia Civil do Mato Grosso (GCCO),

Neste tipo de delito, geralmente praticado através de um site, os fraudadores utilizam anúncios de terceiros para negociar veículos usados ou seminovos.

O objetivo do golpe é clonar anúncios reais e receber o pagamento do comprador interessado pelo veículo.

Durante as prisões, que foram realizadas na terça-feira (5), também foram localizados e apreendidos diversos cartões bancários e aparelhos celulares.

Os suspeitos identificados responderão pelos crimes de estelionato, associação criminosa e lavagem de dinheiro. As investigações continuam para identificar os outros envolvidos no crime.