A Delegacia da Comarca de Maravilha indiciou nesta terça-feira (04) D.A.E.D.C, de 23 anos, e P.G.B, de 18 anos, por divulgarem um vídeo íntimo sem consentimento dos envolvidos.

Em novembro de 2018, duas jovens procuraram a Polícia Civil relatando que vídeos com conteúdos pornográficos estavam sendo divulgados sem a devida autorização. Os materiais estavam sendo propagados em grupos de aplicativos e sites de conteúdos eróticos.

A Polícia Civil identificou os dois indivíduos como sendo responsáveis pelo crime. Os sites que hospedaram os vídeos foram mapeados e comunicados pela Polícia Civil para que retirassem imediatamente o conteúdo do ar.

Com a conclusão das investigações, os suspeitos foram indiciados. O Inquérito foi enviado para análise do Poder Judiciário.

A Polícia Civil adverte que compartilhar vídeos íntimos sem o consentimento dos envolvidos é crime, podendo resultar em até cinco anos de prisão.

 

Quer receber as notícias no WhatsApp?