A polícia da região da Catalunha prendeu duas pessoas por suposta relação com o atentado terrorista ocorrido nesta quinta-feira em Barcelona, quando uma van atropelou dezenas de pedestres e causou a morte de 13 pessoas e deixou mais de 80 feridas. A informação é da EFE.
A polícia não revelou qual seria o vínculo desse suspeito com o atentado.  O primeiro  detido seria Driss Oukabir, um jovem originário de Marselha, na França, e com raízes norte-africanas. Além disso, a polícia encontrou morto o suspeito de atropelar uma agente da polícia em uma blitz após o atentado. O corpo estava dentro de um veículo a cerca de três quilômetros de onde policiais tentaram pará-lo a tiros, depois que ele fugiu da fiscalização. A polícia mantém um amplo esquema de segurança antiterrorista nas entradas e saídas de Barcelona. Foto: El Pais/Divulgação