Na tarde de ontem, mediante autorização judicial, a Polícia Civil realizou operação para incineração de entorpecentes apreendidos cujos procedimentos policiais civis para subsidiar o Poder Judiciário, nos respectivos processos criminais, foram concluídos.

Em torno de uma tonelada de drogas foi incinerada em uma olaria no bairro São Roque. Segundo a Polícia Civil, os entorpecentes são resultados de apreensões realizadas pela Polícia Civil, por meio das equipes da Divisão de Investigação Criminal (DIC) e Central Regional de Plantão Policial (CRPP), como também pela Polícia Militar.

Entre as drogas estavam maconha, cocaína, ecstasy, crack e haxixe.

Além das unidades policiais civis responsáveis pelos procedimentos policiais, também participaram da operação a Delegacia Regional de Criciúma (DRP) e o Serviço Aeropolicial da Polícia Civil (Saer/Sul).

Em Criciúma, além de atuar na repressão (redução da oferta), a Policia Civil ainda integra o Conselho Municipal de Políticas sobre Drogas (COMAD), no qual atualmente ocupa a presidência.

O COMAD trabalha basicamente em três frentes diferentes: a prevenção, que é a principal delas; as fiscalizações em ações que possam vir contribuir com a sociedade, como as comunidades terapêuticas e também no tratamento.