A Polícia Civil investiga a agressão supostamente motivada por homofobia em Jaraguá do Sul.

O caso ocorreu no dia 3 de setembro, na rua Reinoldo Rau, no Centro, e ganhou grande repercussão após um vídeo circular nas redes sociais.

 

 

De acordo com o delegado regional Fabiano dos Santos Silveira, a DIC (Divisão de Investigação Criminal) da Polícia Civil em Jaraguá do Sul realizou diligências nos dias seguintes após a ocorrência.

Os envolvidos e testemunhas do caso foram identificados e o inquérito segue na Delegacia de Polícia da Comarca de Jaraguá do Sul.

“Nós também entramos em contato com a advogada da vítima. A vítima foi até o Instituto Médico Legal de Balneário Camboriú, mais próximo da casa dela, e fez o exame de corpo de delito. Então, a materialidade está comprovada e preservada. Agora, o delegado responsável vai fazer as oitivas com os envolvidos e as testemunhas”, afirma Silveira.

De acordo com testemunhas, o caso aconteceu após uma discussão em um bar na rua Reinoldo Rau.

O homossexual foi agredido com socos após a saída do estabelecimento.

De acordo com a vítima, o autor teria o chamou de "viado" e chegou a dizer iria matá-la.

Em nota, a OAB-SC (Ordem dos Advogados do Brasil em Santa Catarina) informou que está verificando a informação de que o agressor é advogado no Paraná.

O órgão vai acompanhar a investigação feita pela Polícia Civil e busca a instauração de um procedimento ético-disciplinar na OAB-PR.

 

Receba no seu WhatsApp somente notícias sobre segurança pública da região (acidentes de trânsito, ações policiais):

Whatsapp

Grupo OCP Segurança

Telegram

OCP Segurança