A Polícia Civil, com o apoio da Polícia Militar, prendeu nesta quinta-feira (10) o suspeito do feminicídio ocorrido no sábado (5), em que o homem teria matado a sua companheira grávida de sete meses em frente a sua enteada de um ano e meio, em Aurora, no Alto Vale.

As forças de segurança da região estavam desde o dia do crime em buscas de informações do paradeiro do investigado. O veículo do suspeito foi encontrado na manhã de domingo (6) abandonado no centro de Agronômica.

Após angariar elementos probatórios, a Polícia Civil representou por medidas cautelares, as quais tiveram o parecer favorável do Ministério Público e o deferimento do Poder Judiciário.

Preso no Sul do Estado

Depois de investigação, os policiais chegaram ao local em que o foragido ficou abrigado até a noite de segunda-feira (7), em uma residência no bairro Sumaré, em Rio do Sul.

Na madrugada de segunda-feira para terça-feira (8), o homem se deslocou para Braço do Norte, no Sul do estado, em um veículo alugado, ficando escondido em uma residência no interior daquele município.

Após a troca de informações com policiais civis da Delegacia de Polícia de Braço do Norte, os mesmos conseguiram capturar o foragido na referida residência, em Braço do Norte. O suspeito foi preso e encaminhado ao Presídio Regional de Tubarão. Os trabalhos prosseguem para o total esclarecimento dos crimes investigados.

Houve apoio nos trabalhos investigativos de policiais civis da DPCAMI/PCSC, DIC/PCSC, CRPP/PCSC, DPMU/PCSC de Aurora e Agronômica, DPCO/PCSC de Braço do Norte, Polícia Militar de Rio do Sul e Polícia Militar de Agronômica.