Na manhã desta quarta-feira (26), a Polícia Civil cumpriu um mandado de prisão preventiva contra um homem que conduzia o Volkswagen Parati que atropelou um casal, na noite do último sábado (22), provocando a morte de Julia Grasiela Radatz, de 36 anos, em Timbó.

No dia do acidente, a companheira do motorista havia se apresentado como sendo a condutora do veículo e foi presa em flagrante. Contudo, as investigações demonstraram que quem estava dirigindo o automóvel era o seu companheiro, e não ela. A Polícia Civil, então, solicitou a prisão preventiva do homem à Justiça, que foi decretada nesta terça-feira (25).

O motorista vai responder por homicídio com dolo eventual em razão de ter assumido o risco de produzir o fato, já que as circunstâncias demonstraram que ele havia ingerido bebida alcoólica e dirigia em alta velocidade.

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Quer mais notícias do Coronavírus COVID-19 no seu celular?

Telegram Jaraguá do Sul