A Polícia Civil cumpriu mandado de prisão temporária de um homem, de 41 anos, suspeito de estupro de vulnerável contra as filhas de 13 e 14 anos, na cidade de Nova Serrana, região Centro-Oeste de Minas Gerais.

O investigado foi preso na tarde de sexta-feira (17), quando se apresentou na delegacia.

Já havia a medida judicial representada pela Polícia Civil no âmbito da investigação policial.

O trabalho investigativo teve início no último dia 13 de março, a partir de uma ocorrência registrada pela mãe das vítimas na Polícia Militar.

Segundo o relato, ela teria percebido mudanças no comportamento da filha de 14 anos e resolveu indagar o que estava acontecendo.

Diante disso, a menina revelou que era abusada com frequência pelo pai desde os 7 anos.

A mãe perguntou à sua outra filha se o crime também tinha acontecido com ela e a garota confirmou.

Em posse dos indícios de materialidade e autoria, o delegado responsável pelo inquérito policial, Wagner de Souza Lino, representou pela prisão temporária do suspeito.

“Ele estava foragido desde o último dia 13 e se apresentou na delegacia hoje, acompanhado de seu advogado. Questionado sobre os fatos, o investigado exerceu seu direito de permanecer em silêncio”, conta o delegado.

O homem, que já possui registros policiais por estupro de vulnerável, por ter abusado sexualmente de uma sobrinha no ano de 2019, foi encaminhado ao sistema prisional, onde permanece à disposição da Justiça.

As investigações, conduzidas pela equipe da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam), em Nova Serrana, prosseguem.